sexta-feira, 5 de junho de 2009

CAMÕES REMIX

eu cantarei de amor, valor mais alto
as ledas madrugadas devastando
triste engenho que arde, fogo e arte,
novo reino da morte libertando

em perigos e guerras de meus versos
busque amor, ‘inda além da taprobana
que valor de meus olhos não sei como
docemente partiste, força humana

são armas, são barões, edificaram
pelo todo essa parte que me paga
e a tanto não sei como sublimaram

alma minha gentil, é mesmo amor
que, tão contrária a si, a coisa amada
se alevanta, transforma o amador

Cesar Cardoso

Um comentário: